Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato com Vertigens

Um espaço com ideias para pensar, divertir e partilhar.

Gato com Vertigens

Um espaço com ideias para pensar, divertir e partilhar.

O gato com vertigens é um blog que se destina a todos aqueles que tiverem algo de inteligente para dizer ou que queiram aprender mais sobre o mundo em que vivemos. Quer seja um comentário a uma notícia, um elogio, uma celebração, um desabafo ou uma denúncia, a sua opinião é bem-vinda.

 

Siga o seu sonho... não deixe que ninguém o roube!

Tenho um amigo, chamado Monty Roberts, que tem um rancho em San Isidro. Ele emprestou-me a sua casa para realizar eventos com a finalidade de angariar dinheiro para programas em prol dos jovens em perigo.
Tenho um amigo, chamado Monty Roberts, que tem um rancho em San Isidro. Ele emprestou-me a sua casa para realizar eventos com a finalidade de angariar dinheiro para programas em prol dos jovens em perigo. Da última vez em que estive lá, ele apresentou-me dizendo:
- Quero dizer-lhes porque deixo Jack usar a minha casa. Isso remonta a uma história de um jovem, filho de um treinador de cavalos itinerante, que vivia de estrebaria em estrebaria, de pista de corridas em pista de corridas, de fazenda a fazenda e de rancho em rancho, treinando cavalos. Consequentemente, o curso secundário do garoto era constantemente interrompido. Quando estava no último ano, pediram-lhe que escrevesse sobre o que queria ser e fazer quando crescesse.
Naquela noite, escreveu sete páginas sobre o seu objectivo de algum dia possuir um rancho de cavalos. Descreveu os seus sonhos com riqueza de pormenor e até fez um desenho de um rancho de 80 hectares, mostrando a localização de todos os prédios, as estrebarias e a pista. Então, desenhou pormenorizadamente o rés-do-chão de uma casa de 400 m2, que edificaria nos 80 hectares do rancho dos seus sonhos.
Ele colocou todo o seu coração no projecto e no dia seguinte entregou-o ao professor. Dois dias depois recebeu o seu trabalho de volta. Na página da frente havia um grande «F» vermelho (um Mau) e uma mensagem que dizia: «Procura-me depois da aula.»
O garoto do sonho foi ter com o professor da aula e perguntou:
- Por que é que tive um «F»?
O professor disse:
Este é um sonho irreal para um rapaz como tu. Não tens dinheiro, vens de uma família itinerante. Não tens recursos. Ter uma coudelaria requer muito dinheiro. Tens de comprar a terra. Tens de comprar os primeiros animais e, mais tarde terás de pagar impostos enormes. Não é possível realizares isso um dia.
E o professor acrescentou:
- Se escreveres o exercício com um objectivo mais realista, reconsiderarei a tua nota.
O garoto foi para casa e pensou muito naquilo. Perguntou ao seu pai o que deveria fazer. O seu pai disse:
- Olha filho, tens de decidir isso sozinho. No entanto, acho que é uma decisão muito importante para ti.
Finalmente, depois de se sentar diante do trabalho durante uma semana, o garoto devolveu o mesmo papel, sem fazer nenhuma alteração. E declarou.
- Pode ficar com o seu «F», que eu ficarei com o meu sonho.
Monty voltou-se para o grupo e disse:
- Estou a contar-lhes esta história porque estão sentados na minha casa de 400 metros quadrados, bem no meio da minha coudelaria de 80 hectares. Ainda tenho aquele trabalho escolar emoldurado em cima da lareira.
E acrescentou:
- A melhor parte da história é que, há dois Verões, aquele mesmo professor trouxe 30 garotos para acampar no meu rancho durante uma semana. Quando estava para ir-se embora o professor disse:
- Olha Monty, posso dizer-te isto agora. Quando eu era o teu professor, eu era um tipo de ladrão de sonhos. Durante aqueles anos, roubei os sonhos de uma série de alunos. Felizmente, tiveste juízo suficiente para não desistir dos teus.
Não deixe que ninguém roube os seus sonhos. Siga o seu coração, aconteça o que acontecer.
Jack Canfield
Fonte: recebido por e-mail.
E eu acrescento: Torne-se aquilo que sonhou!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.