Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato com Vertigens

Um espaço com ideias para pensar, divertir e partilhar.

Gato com Vertigens

Um espaço com ideias para pensar, divertir e partilhar.

O gato com vertigens é um blog que se destina a todos aqueles que tiverem algo de inteligente para dizer ou que queiram aprender mais sobre o mundo em que vivemos. Quer seja um comentário a uma notícia, um elogio, uma celebração, um desabafo ou uma denúncia, a sua opinião é bem-vinda.

 

Energias renováveis - Pellets um substituto da lenha?

Sábado, 17 de Novembro de 2007
Pellets um substituto da lenha?

Os pellets são uma fonte de energia renovável pertencente à classe da Biomassa.

Tal como a lenha, os pellets são considerados uma energia renovável, uma vez que as florestas se regeneram, crescendo sempre árvores quando outras vão desaparecendo. Além disso, não é necessário abater árvores para produzir pellets: a limpeza das florestas e os desperdícios da indústria madeireira fornecem toda a madeira necessária.

Toda essa matéria é recolhida, triturada e seca, ficando um pó que depois é comprimido para obter a forma cilindrica final. O resultado é um composto 100% natural, com um elevado poder calorífico, estima-se que 3 a 4 vezes mais que a lenha normal.

Outra vantagem dos pellets é o facto de serem um combustível muito menos poluente que os combustíveis fósseis, libertando muito menos monóxido de carbono (CO) e muito menos dióxido de carbono (CO2). Além disso, se a matéria ficasse na floresta a decompor-se e sujeita a incêndios, libertaria a mesma quantidade de CO e CO2 que liberta ao ser queimada de forma controlada para aproveitamento energético.

Os pellets são um combustível neutro em termos ambientais, uma vez que a quantidade de CO e CO2 que libertam ao ser queimados é a mesma que a árvore absorveu durante o seu crescimento.

Devido ao tratamento na sua transformação, a humidade dos pellets é extremamente reduzida, o que permite que a combustão seja muito mais eficiente e liberte muito menos fumo que a lenha normal. Além disso, o seu tamanho reduzido permite dosear, unidade a unidade, a quantidade que vai ser queimada para produção de energia.

Podemos armazenar os pellets em segurança sem os riscos associados ao gás e ao gasóleo. Não há fugas, nem perigo de explosão. É normal serem fornecidos em sacos de 15 kg, o que facilita o transporte e o armazenamento.

Veja o vídeo de um recuperador de calor a funcionar:

http://energiasalternativas.blogs.sapo.pt/2541.html

Fonte: http://energiasalternativas.blogs.sapo.pt/2013.html

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.